Média Salarial de Técnico em Segurança do Trabalho

Se você deseja saber quanto pode ser o salário inicial e até quanto pode chegar o salário de um Técnico de Segurança do Trabalho, você está no lugar certo!

Mas antes de falar a respeito desse tema, vamos falar um pouco a respeito dessa profissão que está super em alta nos últimos anos.

Qual é o CBO do Técnico em Segurança do Trabalho?

Para quem não sabe, o CBO é Classificação Brasileira de Ocupações e tem por finalidade a identificação das ocupações no mercado de trabalho, para fins classificatórios junto aos registros administrativos e domiciliares.

O CBO da profissão Técnico de Segurança do Trabalho é: 3516-05.

No site oficial do MTE – Ministério do Trabalho e Emprego é possível realizar a busca de qualquer profissão. Para ver esse sistema de busca, clique aqui.

Atribuições da profissão (resumidamente)

Participam da elaboração e implementam política de saúde e segurança do trabalho; realizam diagnóstico da situação de SST da instituição; identificam variáveis de controle de doenças, acidentes, qualidade de vida e meio ambiente. Desenvolvem ações educativas na área de saúde e segurança do trabalho; integram processos de negociação. Participam da adoção de tecnologias e processos de trabalho; investigam, analisam acidentes de trabalho e recomendam medidas de prevenção e controle.

O exercício da profissão

O exercício da profissão de Técnico de Segurança do Trabalho será permitido, exclusivamente:

  • I – ao portador de certificado de conclusão de curso de Técnico de Segurança do Trabalho, a ser ministrado no País em estabelecimentos de ensino de 2º grau;
  • II – ao Portador de certificado de conclusão de curso de Supervisor de Segurança do Trabalho, realizado em caráter prioritário pelo Ministério do Trabalho;
  • III – ao possuidor de registro de Supervisor de Segurança do Trabalho, expedido pelo Ministério do Trabalho, até a data fixada na regulamentação desta Lei.

Ainda, para exercer a Profissão o Técnico de Segurança do Trabalho depois de formado deve possuir um registro no Ministério do Trabalho. Em outro artigo iremos falar mais sobre esse registro.

Média Salarial de Técnico em Segurança do Trabalho

O salário de um Técnico de Segurança do trabalho pode variar bastante de um estado para o outro no Brasil e varia também em outros países.

Há vários critérios que fazem o salário variar: segmento de atuação (industria, comercio ou offshore – por exemplo), experiência, agregamento de conhecimento e cursos entre outros.

Todos esses fatores são levador em conta para dar base no salário deste profissional.

Nível profissional

Há ainda nomenclaturas ou níveis hierárquicos dessa profissão (essas não são usadas por todas as empresas). Elas se referem ao mesmo profissional, apenas o que diferencia é o tempo de experiência já adquirido.

  • Trainee – Menos de 2 anos de experiencia na área.
  • Júnior – De 2 a 4 anos de experiência na área.
  • Pleno – De 4 a 6 anos de experiência na área.
  • Sênior – De 6 a 8 anos de experiência na área.
  • Master – Mais de 8 anos de experiência na área.

 

Agora com essa introdução já é possível ter mais conhecimentos a respeito da profissão; seja quem quer fazer o curso ou quem já está cursando.

Então… qual a média Salarial de Técnico em Segurança do Trabalho?

Abaixo temos uma imagem com as nomenclaturas descritas acima e o salário base que cada um recebe em média.

Média Salarial de Técnico em Segurança do Trabalho

Curiosidade: Há Técnicos de Segurança do Trabalho que trabalham no segmento offshore (navegação), muitos desses profissionais recebem até R$10.000,00 reais ou até mais.

Deixe um Comentário